Buscar

Espaços de Lazer: Projeto de Educação Física da Universidade Paranaense leva alegria à comunidade


Mais de cem acadêmicos atuam promovendo atividades recreativas, em diversas locais de Umuarama e região


Dentre os vários projetos de extensão universitária promovidos pelo curso de Educação Física da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Umuarama, chama atenção o ‘Espaços de Lazer’, por marcar presença por onde passa.

O que causa maior sensação é o conjunto de brinquedos infláveis, bem grandes e coloridos, que fazem parte do projeto. Tem escorregador, piscina de bolinha, escalada, bate cai, pebolim humano, touro mecânico, futsabão, jump e slackline, além da concorrida cama elástica. E mais: carrinho de pipoca e máquina de algodão doce para as crianças se lambuzarem à vontade.

Desde que foi criado, em 1998, o projeto segue com o objetivo de oferecer opções de lazer e recreação, reunindo, além das crianças, os pais em atividades que fortalecem ainda mais o vínculo entre eles. “Podemos dizer que o evento se torna um encontro de famílias”, destaca a coordenadora do curso, professora Silvia Sucupira.

Ela informa que o ‘Espaços de lazer’ tem feito, por ano, cerca de 600 mil atendimentos. “É um número impressionante, que reflete a valorização que a comunidade dispende ao projeto”, avalia. “Pretendemos, neste, superar esta posição”, acrescenta, confiante.

Para tanto estão escalados 115 acadêmicos do curso; todos passaram por treinamento para monitorar as atividades, que podem acontecer a qualquer dia da semana, em diversas instituições. “Podemos levar o projeto em escolas, associações, igrejas, praças... para atendermos a todos os pedidos, com a presteza de sempre, fazemos revezamento das equipes de alunos; assim, ganhamos em quantidade e produtividade”, afirma Silvia.

A agenda do projeto está com mais de dez datas marcadas (ver abaixo). Mas a turma do ‘Espaços de Lazer’ já está a postos: a primeira ação do ano aconteceu há poucos dias em Pérola/PR, atendendo 380 crianças dos CEMEI’s (Centro Municipal de Educação Infantil) do município. Lá, o cardápio de brincadeiras incluiu cama elástica, tobogã inflável, bate e cai e pula-pula.

A responsável técnica, educadora física Cleise Scabello, aponta os benefícios que o projeto proporciona: “O brincar é essencial para o desenvolvimento da criança, nos aspectos mentais, psicológicos e sociais, além do físico”. Ela também aponta as vantagens para os acadêmicos, futuros profissionais da Educação Física: “Esse contato permite que coloquem em prática as teorias e aperfeiçoem as habilidades que o contato com o público exige”.

Para ela, essa interação garante satisfação inclusive para os adultos que acompanham as crianças: “Todos ganham com a alegria, com a socialização e, acima de tudo, com melhoria de qualidade de vida, afinal brincar faz bem para o corpo e para a alma”.

“São momentos muito gratificantes para todos que atuam no projeto! Em Pérola vimos que muitas crianças nunca tinham tido a chance de se divertir nesse tipo de brinquedo, pois muitos moram na área rural. Foi bonito de ver o contentamento delas”, exclama Cleise.


0 comentário