Buscar
  • TvUp

Operação AIFU mobiliza vários bares e tabacarias de Umuarama.



Umuarama - Na noite desta sexta-feira (07), as forças de segurança e de fiscalização de Umuarama se uniram para a realização da Operação AIFU (Ação Integrada de Fiscalização Urbana), uma mega operação que teve como objetivo fiscalizar eventuais irregularidades em bares, lanchonetes, hotéis e casas noturnas. A AIFU contou com a participação da Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar, Guarda Municipal, Força Verde, GDE da Polícia Civil, fiscais da prefeitura, Corpo de Bombeiros, Rotam, Canil e P/2 da Polícia Militar e o setor do Funrespol da Polícia Civil. A concentração teve início às 20h00min, na Companhia da Polícia Militar com breve relato do Major Ênio Soares dos Santos de como seriam desenvolvidos os trabalhos. O Tenente Namur Zandona, que comandou a AIFU, também esclareceu as normas procedimentais nas abordagens e a preservação da segurança dos envolvidos na ação.


O comboio seguiu pelas ruas de Umuarama e onde havia comércio, os integrantes da AIFU fiscalizaram alvarás de funcionamento, porte de arma e droga dos clientes, procurados pela justiça, validade dos alimentos servidos, higiene, presença de menores, legalidade no ramo de atividade, extintores e perturbação do sossego. Um dos pontos fechados foi uma lanchonete, localizada no trevo de acesso a Maria Helena, que foi interditada pela vigilância sanitária, pois no local, os agentes flagraram alimentos armazenados de forma irregular e a casa não possuía alvará de funcionamento.


O comboio percorreu a PR 323, a Avenida Presidente Castelo Branco, a Avenida Brasil, Rua Guadiana e no em torno da Estação Rodoviária, Av. Rio Grande do Norte, Av. Tiradentes e diversas outras áreas críticas. No total, foram fiscalizados 11 estabelecimentos comerciais, sendo que 03 foram interditados pela vigilância sanitária. Foram revistados 60 veículos, onde 02 deles foram multados e ainda 283 pessoas foram abordadas, mas nenhuma delas possuía mandado de prisão em vigor. O Tenente Namur, comandante da operação, afirmou que este tipo de ação só vem fortalecer os direitos do cidadão, que poderá usufruir dos bares e lanchonetes legalmente instalados. Por isso, as operações ocorrerão com freqüência.

Fonte: Portal da Cidade - Umuarama