Buscar
  • TvUp

Pagamento de salários dos servidores da UEM é liberado pelo governo.



O pagamento dos salários referentes ao mês de janeiro dos servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), no norte do Paraná, foi liberado pelo governo do estado nesta segunda-feira (5).

Por lei, o pagamento deveria ter sido feito até o dia 31, mas o Executivo reteve os depósitos, alegando que não seria possível liberar o dinheiro sem que a instituição aderisse ao Meta4, que é o novo sistema de controle da folha de pagamento dos funcionários do estado.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar), que representa 80% dos servidores da instituição, os salários começaram a ser depositados na tarde desta segunda.

A UEM tem 4.133 servidores e uma folha de pagamento de R$ 46 milhões.

Apesar de os salários dos servidores da universidade terem sido pagos, a reitoria nega que a UEM tenha aderido ao Meta4.

O governo do estado, por outro lado, informou por meio de nota que considera que a UEM aderiu oficialmente ao sistema de controle da folha de pagamento.

GREVE

Na manhã desta segunda, os servidores da universidade decidiram entrar em greve devido à falta de pagamento dos salários de janeiro. Mesmo com a greve, a UEM informou que nenhum serviço foi paralisado.

O Sinteemar disse que uma assembleia foi marcada para as 8h desta terça-feira (6), no Restaurante Universitário da UEM, que pode decidir pelo fim da greve, já que o único item da pauta da greve era o pagamento dos salários dos servidores.

DIVULGAÇÃO: RPC.

VEICULAÇÃO: G1.