Buscar
  • TV UP

Casal filma sucuri de 7 metros ao descer de boia cross em rio de águas cristalinas em Bonito, MS

Casal fica surpreso ao encontrar sucuri de 7 metros no rio Formoso, em Bonito (M). — Foto: Redes Sociais

Uma sucuri de aproximadamente sete metros de comprimento foi flagrada por um casal que descia de boia cross um rio em Bonito, no sudoeste de Mato Grosso do Sul. O vídeo que circula na internet mostra o animal nadando tranquilamente no fundo das águas cristalinas do rio Formoso.

Conforme Luiz Fernando Silva da Cruz, recepcionista do hotel onde os turistas realizaram o passeio, o flagrante foi feito no último dia 18 por volta das 10h. Segundo Cruz, o casal teve muita sorte de ver a sucuri daquele tamanho nadando no rio. "Como é um animal muito silencioso, ele geralmente não gosta de ser visto ou incomodado. O que se percebe é que, naquele momento, o animal estava se locomovendo em busca de alimento",

De acordo com o recepcionista, no local é comum encontrar sucuris de pequeno porte, mas do tamanho que foi flagrado pelo casal, é raro: "Eles ficaram impressionados porque nunca tinham visto um animal daquela espécie. Ficaram felizes e, ao mesmo tempo, com medo", finaliza.

No início de novembro, uma outra sucuri, de 5 metros de comprimento, foi flagrada por um grupo de turistas após engolir uma capivara às margens do Rio Paraná, em Aparecida do Taboado, a 456 km de Campo Grande. De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), o registro foi feito perto de uma área que é frequentada por pescadores.


Sucuri é flagrada às margens do rio Paraná após engolir capivara, em Aparecida do Tabuado (MS). — Foto: Redes Sociais

Conforme o subtenente Braguini, da PMA, a sucuri estava próxima da ponte rodoferroviária e usava alguns galhos para descansar durante o processo de digestão. "Como ela usa a musculatura e a contração para se locomover, ela está com dificuldades por conta do tamanho da presa que engoliu".

Segundo o subtenente, a sucuri provavelmente pegou a presa momentos antes de ser flagrada. "Como ela fez um esforço muito grande para matar a capivara, ela procurou um apoio [galhos] para não ficar boiando, pois não tinha nem começado o processo de digestão", explicou.


Fonte: Portal G1