Buscar
  • TV UP

Coronavírus: Maringá decreta emergência e fechamento do comércio


(Somente supermercados, clínicas de saúde, unidades básicas de saúde e hospitais podem funcionar a partir de sexta. Foto: Fábio Guillen)


O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, decretou na manhã desta quarta-feira, dia 18, estado de emergência e o fechamento do comércio para evitar aglomerações por 30 dias. O decreto foi publicado e começa a valer a partir de sexta-feira, dia 20. Maia determinou o fechamento do comércio, shoppings centers, bares, restaurantes e o comércio de forma geral. Somente supermercados, clínicas de saúde, unidades básicas de saúde e hospitais podem funcionar a partir de sexta. “Nós resolvemos agir dessa forma para agir preventivamente. Vamos precisar do sacrifício de todos. Sozinhos não vamos conseguir. As pessoas tem que ficar em casa. Precisamos tirar as pessoas da rua”, disse Ulisses Maia durante coletiva de imprensa.Em caso de descumprimento do decreto o comerciante pode ser multado. O valor varia entre R$ 300 e R$ 5 mil. O prefeito determinou ainda que equipes da prefeitura trabalhem durante 24 horas no aeroporto e na rodoviária verificando a situação de saúde de todos os passageiros que chegam na cidade. “Somente onde houve isolamento conseguiram conter o vírus. E essa é nossa ideia. Isolar Maringá”, acrescentou o prefeito aos jornalistas. Covid-19: Investigação de casos Em Maringá a Saúde investiga 10 casos suspeitos de coronavírus. Nenhum caso foi confirmado até a manhã desta quarta-feira, 18.


Fonte: Redação GR Paraná com informações Ric Mais