Buscar
  • TV UP

No Paraná, 121 pacientes já se recuperaram da Covid-19



A Secretária de Estado da Saúde divulgou alguns dados preliminares em que 121 pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus já estão recuperados no Paraná, o número totaliza um quarto dos 466 casos confirmados do COVID-19 no Estado até segunda-feira (06).


Os pacientes são 68 de Curitiba e 53 de outros municípios, incluindo dois casos confirmados de Umuarama. Eles testaram positivo para o novo coronavírus, mas já não apresentam mais os sintomas da doença.


Segundo a SESA para o paciente testado positivo ser considerado recuperado, ele deve ter recebido o tratamento adequado aos sintomas e não apresentar mais nenhum dos sintomas da doença. São estipulados 14 dias para a confirmação da recuperação.


“Temos um número alto de pessoas recuperadas e uma baixa letalidade em consequência da Covid-19 no Paraná. É um problema grave, mas a maioria das pessoas que tem os sintomas se recupera”, afirma a diretora de Atenção e Vigilância da Secretaria da Saúde, Maria Goretti Lopes. “As medidas adotadas pelo Governo do Estado, como o isolamento social e o reforço nos equipamentos de saúde, são fundamentais para manter o coronavírus sob controle no Estado”, diz.



ACOMPANHAMENTO

Com a confirmação do diagnóstico, os pacientes recebem o acompanhamento das equipes das secretarias municipais e dos coordenadores de Vigilância Epidemiológica das 22 Regionais de Saúde do Paraná.


Além de acompanhar a evolução dos sintomas e os cuidados dos pacientes, inclusive com relação ao isolamento domiciliar, são eles os responsáveis pelo levantamento dos dados. Em Curitiba, a própria prefeitura faz o controle das pessoas recuperadas.


“Em um primeiro momento, o Estado priorizou a organização da coleta de amostras e a rotina de análise e processamento do Lacen para garantir a testagem da população, além da ampliação dos leitos hospitalares”, explica Maria Goretti. “Agora, com este processo já encaminhado, podemos nos debruçar sobre os dados dos pacientes, fazer o acompanhamento de sua recuperação e ter em mãos as informações atualizadas”, destaca.


Fonte: Agência Estadual de Notícias