Buscar
  • TV UP

Notificações de suspeita de dengue já atingem quase 10% da população



O número de notificações de casos suspeitos de dengue em Umuarama já passa de 10,5 mil – ou seja, quase 10% da população já procurou unidades de saúde do município relatando algum incômodo que pode estar relacionado à doença. Desse total, 2.796 casos foram confirmados e outros 3.378 acabaram descartados após a realização de exames laboratoriais, enter agosto do ano passado e esta segunda-feira, 18. Há ainda 4.392 suspeitas em investigação, aguardando os resultados de exames.

Para tentar conter o avanço da epidemia, além de contar com a colaboração da população mantendo seus quintais limpos, a Vigilância em Saúde Ambiental tem realizado diversas ações nos bairros da cidade, com os agentes de combate a endemias e voluntários. Nesta segunda-feira, o pessoal vistoriou nove quarteirões, recolheu grande quantidade de recicláveis e materiais com potencial para acumular água e eliminou um foco do mosquito transmissor, o Aedes aegypti.

O trabalho foi realizado no Parque Industrial. No último sábado, 16, as equipes percorreram 32 quarteirões no Jardim Panorama e 44 quarteirões no Jardim Canadá, eliminando mais de 50 criadouros do mosquito. E na sexta, 15, o a ação aconteceu no alto da Avenida Paraná, próximo da construção da nova rodoviária.

“Naquele dia, um total de 25 quarteirões foi fiscalizado. Recolhemos mais de 60 sacos de materiais inservíveis e, embora não tenhamos encontrado focos do mosquito, as condições estavam bem propícias para favorecer a proliferação. O Panorama é a localidade com maior índice de casos de dengue confirmados até o momento, na cidade (são 330 casos). Depois vem a região do Posto de Saúde Central e o Conjunto Guarani”, informou o coordenador da Vigilância Ambiental, Carlos Roberto da Silva.

No último sábado, as ações de bloqueio no Panorama e Jardim Canadá contaram também com a participação dos novos agentes de combate a endemias. São 40 agentes ao todo, contratados pelo município em caráter temporário (até outubro deste ano), que iniciaram no último dia 28 recebendo treinamento para atuação em campo.

“Com este reforço vamos intensificar as ações de bloqueio, prevenção e combate ao mosquito da dengue, a fim de controlar a evolução da epidemia. Mas é muito importante que a população também colabore, eliminando todo material que possa se tornar criadouro do mosquito em seus quintais e residências”, completou a secretária da Saúde, Cecília Cividini.


Fonte: Prefeitura de Umuarama